HERCULES | LACOG 0218

Estudo clínico de câncer de pênis avançado sobre quimioterapia combinado com imunoterapia.

icone-estudo-lacog-hercules-situação-estudo

Situação do estudo
Recrutando

icone-estudo-lacog-hercules-abrangencia-estudo

Abrangência do estudo
7 estados brasileiros

icone-estudo-lacog-hercules-id-estudo

ID do estudo
NCT04224740

Grupo 14@2x

Conheça o estudo clínico

LACOG 0218 - HERCULES

Embora ainda não haja dados sobre os resultados no tratamento do câncer de pênis avançado/metastático, a imunoterapia se tornou o tratamento padrão para diversos tipos de cânceres, mostrando alta eficácia e bom perfil de segurança.

Para avaliar a eficácia da combinação da imunoterapia e quimioterapia como uma nova opção terapêutica para esta doença, o LACOG (Latin American Cooperative Oncology Group) está recrutando 33 pacientes diagnosticados com câncer de pênis avançado/metastático para participarem do estudo clínico HERCULES.

O Estudo HERCULES está investigando a eficácia da combinação de imunoterapia com quimioterapia como uma nova opção o tratamento do câncer de pênis em pacientes com a doença avançada.

icone-estudo-lacog-hercules-pacientes

PACIENTES

icone-estudo-lacog-hercules-tratamento

TRATAMENTO

icone-estudo-lacog-hercules-seguimento2

SEGUIMENTO

Se você foi diagnosticado com câncer de pênis em estágio avançado/metastático, converse com seu médico e avalie a possibilidade de participar do estudo HERCULES.

O Estudo HERCULES está aberto para participação de pacientes

nos centros de pesquisa nos seguintes locais do Brasil:

Investigadores do estudo

Este estudo está sendo coordenado pelo Dr. Fernando Cotait Maluf, chefe da Oncologia Clínica do Centro Oncológico Antônio Ermírio de Moraes, da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo, e investigador do LACOG.

dr-fernando-cotait-maluf-estudo-hercules-lacog
luis-eduardo-w-de-carvalho-estudo-hercules-lacog

Luís Eduardo
W. de Carvalho

Investigador Principal
Clínica Oncológica do Brasil

joao-paulo-holanda-soares-estudo-hercules-lacog

João Paulo
Holanda Soares

Investigador Principal
Instituto do Câncer do Ceará

karine-trindade-estudo-hercules-lacog

Karine Trindade

Investigadora Principal
Oncocentro Ceará

patricia-medeiros-beato-estudo-hercules-lacog

Patrícia Medeiros Beato

Investigadora Principal
Hospital Amaral Carvalho

murilo-de-almeida-luz-estudo-hercules-lacog

Murilo de Almeida Luz

Investigador Principal
Oncologica Hospital Erasto Gaertner

daniel-d-almenida-preto-estudo-hercules-lacog

Daniel D’Almeida Preto

Investigador Principal
Hospital de Câncer de Barretos

Hercules_INCADr

Victor Marcondes Lopes dos Santos

Investigador Principal
INCA – Instituto Nacional de Câncer

Fernando

Fernando Sabino

Investigador Principal
Hospital Universitário de Brasília

Diogo Bastos (2)

Diogo Bastos

Investigador Principal
Instituto do Câncer do Estado de São Paulo

CÂNCER DE PÊNIS - O QUE É, PRINCIPAIS CAUSAS, SINTOMAS E TRATAMENTOS

O câncer de pênis é um tumor raro, com maior incidência em homens a partir dos 50 anos, embora possa atingir também os mais jovens.

No Brasil, esse tipo de tumor representa 2% de todos os tipos de câncer que atingem a população masculina, sendo mais frequente nas regiões Norte e Nordeste.¹

Quando comparado com outros países, o câncer de pênis possui maior incidência em países em desenvolvimento, como o Brasil.

A falta de conhecimento sobre prevenção acaba colocando a saúde dos homens em risco, e infelizmente dificultando o diagnóstico e tratamento do câncer de pênis.

Principais sinais e sintomas do câncer de pênis ²

– Alterações na pele: um dos primeiros sinais da doença que geralmente podem ser observadas na glande (cabeça) do pênis ou no prepúcio (pele que envolve a glande), podendo também podem surgir em todo o órgão. Essas alterações incluem:

  • Área de pele que muda de cor ou se torna mais espessa;
  • Nódulo no pênis; Ferida ou úlcera crônica, que sangra;
  • Protuberâncias avermelhadas e aveludadas;
  • Pequenos edemas (inchaços) sólidos;
  • Lesões de cor marrom-azulada;
  • Secreção branca persistente, muitas vezes com mau cheiro. 

Inchaço: ocorrendo na extremidade do pênis, principalmente quando o prepúcio é retraído;

– Nódulo (caroço) na região da virilha: em alguns casos é possível sentir os nódulos ao apalpá-los na região da virilha.

ilustração-medico-e-paciente-estudo-hercules-lacog

Fatores de risco para o desenvolvimento do câncer: ³

  • Tabagismo;

  • Infecção pelo Papilomavírus Humano (HPV): o vírus é detectado em cerca de metade dos cânceres de pênis;

  • Não ter se submetido à cirurgia de fimose (remoção do prepúcio);

  • Comprometimento da higiene íntima;

  • Faixa etária: a idade média de diagnóstico é de 68 anos;

  • 80% dos casos são diagnosticados em homens com mais de 55 anos;

  • Ser portador do vírus HIV/AIDS.

Como prevenir o câncer de pênis

Medidas que auxiliam no controle do câncer de pênis envolvem a prevenção da contaminação pelo HPV (seja através da vacinação ou através do uso de preservativo), cuidado com higiene íntima e cirurgia de fimose.

O que fazer se você for diagnosticado com câncer de pênis

Quando o câncer de pênis é diagnosticado em estágio inicial, as chances de cura são elevadas. Porém, metade dos pacientes chega a demorar mais de um ano para procurar ajuda médica após os primeiros sinais aparecerem.

Caso note alguma alteração ou lesão no pênis, procure um especialista. O tratamento depende do tamanho do tumor e da extensão do comprometimento dos linfonodos inguinais (gânglios palpáveis nas virilhas).

Infelizmente, o tratamento sistêmico com quimioterapia não apresentou mudanças nas últimas décadas e a taxa de resposta a esse tratamento é abaixo do esperado.

Por isso, com o objetivo de buscar um tratamento mais eficaz para pacientes com câncer de pênis em que a doença está no nível avançado, um grupo de investigadores brasileiros da LACOG está realizando o estudo clínico HERCULES.

ilustração-medico-estudo-hercules-lacog

Faça parte do estudo HERCULES de câncer de pênis!

Caso seja paciente com câncer de pênis, preencha o formulário abaixo para receber mais informações sobre o estudo.

ilustração-medico-com-mascara-estudo-hercules-lacog

Copyright © 2021 LACOG – Latin American Cooperative Oncology Group. Todos os direitos reservados